Entrevistando Michael Jackson por “Chuck Dakota” – A Última Entrevista de Michael Jackson?!

REI ANJO MJ

Minhas observações: 


Entrevistando Michael Jackson por  “Chuck Dakota” ou A Última Entrevista de Michael Jackson, É APENAS UM TEXTO FICTÍCIO.
Muitas informações falsas, muitas mentiras, foram divulgadas sobre Michael Jackson em toda a sua vida e assim continuará por muito tempo, se as pessoas que amam Michael e conhecem a verdade não se preocuparem em esclarecer o que é mentira. É preciso que as verdades sobre Michael tomem o lugar das mentiras…e esse objetivo deve ser nosso.
Esse é um texto fictício que foi criado em 2009 por alguém cujo apelido era “Chuck Dakota” e que foi muito divulgado entre os fãs como sendo uma verdadeira e última entrevista de Michael Jackson.
O texto serve para evidenciar o poder de influência que a mídia tem sobre as pessoas. Ele mostra que tudo o que sai na mídia, vira fato, mesmo que a mentira esteja ali escancarada.

Bastou “Chuck Dakota” criar um texto e jogar na net para que sua história se tornasse um fato.

As pessoas geralmente, não se importam em pesquisar um pouco mais sobre uma matéria que aparece na mídia, apenas acreditam.
Muitos fãs repassaram como se realmente fosse a última entrevista de Michael, outros no entanto, duvidaram da “entrevista” porque o tal radialista “Chuck Dakota” (radialista que nem mesmo existia) prometeu o vídeo e não mostrou…e ficaram um bom tempo exigindo dele o áudio da entrevista…tsc tsc tsc..
Qual áudio se o próprio autor deixou clara a intenção dele logo no início do texto??
“Se lhe dissermos que o céu está caindo por tempo suficiente e colocarmos vários “especialistas” no ar, você consequentemente acreditará nisso.”

Bastava no entanto, o mínimo de atenção para que se percebesse tudo logo no início do texto e também nas entrelinhas que seguiam cheias de ironia, cheias de deboches..formando as cenas hilárias e muitas vezes surreais.
Mesmo a mentira estando visível, ela passou a ser verdade.
Essa “entrevista” foi muito divulgada nos fóruns, blogs, enfim, em vários sites de fãs, como sendo uma entrevista real, a última entrevista de Michael Jackson.
Até a pouco tempo tinha essa “entrevista” em vários sites de fãs como sendo verdadeira. Hoje muitos fãs já a excluíram de seus sites porque perceberam, não pelo conteúdo do texto, mas pela “ausência do áudio”, que essa entrevista nunca aconteceu, mas ninguém se importou em esclarecer muito bem esse fato e nem tão pouco divulgar uma nota com tal esclarecimento. Ou melhor..ninguém se importou em esclarecer essa mentira que virou fato, pelos próprios fãs.

Isso prova que por mais pateta, obscena e surreal que possa ser a história que a mídia criar, principalmente sobre Michael, ela convencerá muitas pessoas (até mesmo muitos fãs novos e antigos) e fará da mentira um fato.

A mídia de um modo geral, ainda continua tendo uma forte influência sobre muitas pessoas, infelizmente, mesmo que essa mentira esteja escancarada, muitos vão acreditar nela e fazer dela um fato.
Muitas pessoas preferem simplesmente acreditar em tudo, ou deixar pra lá.

Estamos aqui para irmos em busca das verdades de Michael e propagá-las, porque é tudo por amor!

E precisamos fazer isso com amor, dedicação e humildade, porque todos nós, fãs de Michael, estamos aprendendo juntos sobre Michael.

Fomos conectados no mesmo amor e envoltos na magia de Michael para os mesmos propósitos…ir em busca das Verdades e Maravilhas sobre Michael e propagá-las ao mundo todo.
It’s All For LOVE!

This is it.

Já era para eu ter postado esse texto há muito, muito tempo, mas por vários motivos fui adiando..adiando..e assim foi ficando..

Dizem que tudo tem seu tempo certo para acontecer e tem mesmo, mas confesso que fiquei um tanto desapontada por ter constatado que o tempo passou e deletaram o arquivo do site original. Mas mesmo assim colocarei no final do post o link de onde retirei o texto original.

Dizem também que nunca é tarde para fazermos algo que desejamos…e não é mesmo.

Vamos ao texto completo…

Entrevistando Michael Jackson: Minhas três horas com o Rei do Pop.

Por Chuck Dakota.


Ele era realmente estranho?

É fácil julgar com base na imagem de uma pessoa. É ainda mais fácil quando não o “conhecemos” pessoalmente. Podemos tirar conclusões com base no que a mídia popular nos diz e, surpreendentemente, ela tem um efeito profundo em nós.

Estive na radiodifusão por mais de 20 anos e posso atestar o poder da mídia.

Se lhe dissermos que o céu está caindo por tempo suficiente e colocarmos vários “especialistas” no ar, você consequentemente acreditará nisso.

Isto é exatamente o que aconteceu com Michael Joseph Jackson!

Depois de ouvir todas as notícias e ver todos os “especialistas” falarem sobre o maior artista de todos os tempos, me senti compelido a escrever sobre o “Homem no Espelho”.

Espanta-me que as pessoas possam chegar na TV, mesmo que não tenham tido nenhuma interação com o rei do pop e tirar conclusões sobre quem ou o que ele foi.

No Verão de 2008, em uma seção muito luxuosa em Beverly Hills, tive a oportunidade de sentar-me com Michael Jackson para uma entrevista exclusiva.

Estávamos trabalhando para conseguir esta entrevista por mais de dois anos.

Para colocar delicadamente, Michael era uma tímida arma sobre os meios de comunicação e não confiava neles, e quando você olha o que “nós” fizemos a ele, como poderia culpá-lo?

Atravessamos os sete portões do inferno para obter um mano a mano com este homem gentil e bondoso. Tivemos que assinar renúncia após renúncia e quando tudo foi dito e feito, a data, hora e local foram definidos.

Estávamos montando uma retrospectiva de MJ que seria transmitida em muitas estações de rádios importantes em todo a região e em todo o mundo.

Disseram-nos que teríamos 30 minutos com o rei.
Agora devo admitir que estive preocupado com a preparação da entrevista porque o “Ryder”, como é chamado no show business era diferente de tudo que eu já vi.

Basicamente um “Ryder” é uma lista de desejos, desejos, prós e contras em nome do artista. Depois de analisar isso, eu tinha certeza de que eu estava indo para ficar cara a cara com a maior excentricidade de todas…
Oh, como eu estava errado!

O “Ryder” basicamente dizia que teríamos que estar a 10 metros de MJ em todos os momentos, não poderíamos tocá-lo, teríamos que tirar os sapatos e colocar “botinhas” em nossos pés, não estávamos autorizados a dar-lhe qualquer coisa, teríamos que higienizar as mãos antes de entrar na sala e o que realmente nos pegou foi que teríamos que tratá-lo como “Rei Michael”!

Então, imagine lendo isso e pensando consigo mesmo de como conseguirá uma legítima entrevista sem deparar como um imbecil! O Rei Michael…

Entre na real! O que é pior, isso não foi uma piada! Este foi um documento verdadeiro que tivemos de assinar com multas superiores a um milhão de dólares se quebrássemos as “regras do compromisso”!

A noite anterior a entrevista toda a minha equipe estava falando sobre de como isso seria? Afinal, minha equipe era de experientes profissionais de transmissão. Entrevistamos todos os campeões do Super Bowl ao Presidente e nunca passamos por nada parecido antes. Obviamente que estávamos um pouco preocupados e nervosos se íamos ser capazes de conseguir isso, especialmente depois de passar por todas as dificuldades para obter a entrevista!

Fomos convidados a estar no local da entrevista ao meio-dia. Recebemos um número de sala e um “código” para passar na segurança. A propósito, o código… “MJJITK”. Até hoje ainda não sabemos o que isso significa.

Depois de uma busca de vinte minutos de nossas bolsas, pastas e pessoais, fomos conduzidos a uma sala. Era uma sala de tamanho médio com linda mobília, música clássica tocando suavemente e as cortinas fechadas com todas as luzes acesas.

Disseram-nos “Sr. Jackson estará aqui em breve”.

Quando o chefe de segurança nos disse isso ficamos surpresos. Tínhamos apenas passado por uma checagem de segurança mais intensa, como é dado no Serviço Secreto quando um presidente é entrevistado e agora ficamos sozinhos em sua sala de estar principal esperando pelo próprio homem.

Cerca de 15 minutos de espera, podíamos ouvir MJ conversando e rindo. Ele estava perguntando sobre um de seus filhos e com quem ele estava conversando estava dizendo a ele sobre a criança correndo atrás do outro irmão e ficando louco porque não conseguia alcançá-lo. Ele achou isso engraçado e o riso que veio dele foi um riso da alma.

A risada acabou e ouvimos uma tosse e do lado esquerdo da sala que leva para a sala principal, Michael Jackson apareceu sozinho, vestido com calça jeans preta, uma camiseta vermelha, seu cabelo perfeito e muito pouca maquiagem.

Quando ele se aproximou todos levantamo-nos e as primeiras palavras de sua boca foram, “Olá, sou Michael Jackson”, ele pronunciou tão suave, porém com autoridade.

Após as apresentações apreensivas ele nos perguntou onde queríamos que ele se sentasse. Eu disse a ele em qualquer lugar estaria perfeito. Ele perguntou se queríamos alguma coisa e recusamos e agradeci a oportunidade de ter uma conversa com ele, e ele fez algo que me surpreendeu completamente.

Ele agradeceu-me por tomar o tempo para vir visitá-lo. Fiquei perplexo nesse momento. Eu sabia que este homem não era nada parecido com o “Ryder” ou o que a imprensa apresentava que ele fosse. Eu estava diante do homem mais talentoso do mundo com um coração tão grande e a alma para combinar.

Começamos a entrevista e foi uma entrevista típica com as perguntas básicas sobre sua carreira e onde ele esteve e onde estava indo. Ele tomou seu tempo com cada resposta, dando respostas honestas, francas. Durante a entrevista ele riu, brincou, tirou sarro da nossa tecnologia de áudio, porque ele estava usando um chapéu do UCLA e sempre me olhava nos olhos.

Eu sabia que só tinha trinta minutos, então defini o andamento e completei a entrevista com 4 minutos de sobra.

Agradeci-lhe pela entrevista e ele me perguntou se eu tinha algum lugar para ir. Eu lhe disse que estávamos indo para ver alguns dos sites e o que saiu de sua boca em seguida chocou a todos nós. Ele disse que não tinha pressa e que tinha algumas dúvidas sobre radiodifusão e queria saber se poderíamos responder. O rei do Pop, nos pedindo para ficar!

É claro que ficamos e nossa conversa foi de estações de rádio e porque tocam as músicas que eles fazem para promoções, nossas crianças, suas crianças, sua infância, nossa comida preferida, sua comida favorita e tudo mais. Era como falar com um melhor amigo que você não vê há anos. Ele estava relaxado, muito aberto, às vezes emocional, que por sua vez, nos emocionava, por causa de sua pura honestidade sobre assuntos delicados.

Cerca de duas horas em nossa reunião, um homem entrou na sala e informou a MJ que ele precisava terminar porque ele tinha uma outra entrevista dentro de uma hora. Ele virou-se para o enorme tijolo de homem e disse: “Eles podem esperar, eles não podem fazer a entrevista sem mim.”

Isso nos levou a uma discussão que me fez querer esbofetear todos os que falam lixo deste homem e dão opiniões através de relatos da mídia em vez da verdade.

Ele olhou para seus sapatos com as pernas balançando como se estivessem dançando no ritmo e nos perguntou se já nos sentimos como um prisioneiro.

Ele acrescentou que em toda sua vida, nunca teve a chance de fazer algo por si mesmo; Ele sempre tinha alguém para fazer por ele. Mesmo aos 49 anos de idade, ele ainda tinha as correntes de sua infância ligadas a ele de uma maneira que o impedia de ser outra coisa senão o Rei do Pop.

Três horas e meia se passaram e o tempo todo eu estava rezando para que a nosso cara do áudio estivesse gravando a cada segundo do que seria sem dúvida, o destaque da minha carreira.

Uma mulher de meia-idade entrou na sala e disse: “Michael uma das crianças cortou o joelho durante o jogo”. Sua resposta foi genuína e eu vou esperar até eu postar o áudio para que você ouça-o por si mesmo! Ele era verdadeiramente um pai incrível que amava seus filhos!

Enquanto nos despedíamos, ele nos deu o seu endereço de e-mail pessoal e pediu o nosso.

Tínhamos algumas recordações que compramos em Hollywood e perguntamos se ele poderia assiná-los. Ele perguntou se ganhamos e lhe dissemos que tínhamos acabado de comprar e ele disse “não-não isso não está certo” e chamou um homem de sua equipe. Ele instruiu o funcionário para devolver nosso dinheiro por tudo o que tínhamos comprado e para montar sacos de presentes para cada um de nós, além dos nossos cônjuges e filhos e, em seguida, ele assinou tudo o que tínhamos e nos disse adeus.

Enquanto ele contornava a sala se despedindo eu não conseguia me recuperar sobre o quão real era esse homem.

Ele ficou grato que demos o tempo para encerrar.

Ele veio a mim e eu lhe estendi a mão e então pensei na “Ryder” e todo o dinheiro que eu ia ter que pagar se eu tocasse nele e antes que eu pudesse dizer alguma coisa ele me abraçou e sussurrou, essa foi uma grande entrevista e me agradeceu por não trazer à tona o escândalo com as alegações de abuso sexual infantil. Tive arrepios da ponta do meu cabelo aos meus dedos dos pés e exatamente assim que ele se foi.
Vinte minutos depois, um homem entrou na sala para nos escoltar para fora e ele tinha um carrinho cheio de recordações de MJ que incluíam jaquetas, muitos CDs, bonecas, DVDs assinados e muito mais. Vinte e dois sacos ao todo, valendo uns 600 a 700 dólares cada um e em seguida, ele entregou a cada um de nós um envelope que tinha o dinheiro que pagamos pela mercadoria.

Sei que esta história não alcança em detalhes sobre o que falamos. Estamos trabalhando na obtenção dessa transcrição e uma conexão ao nosso site, assim você poderá ouvir por si mesmo o que experimentamos e a propósito, o nosso homem de áudio conseguiu tudo!

Michael Jackson foi o ser humano mais verdadeiro, honesto e amoroso que já conheci. Ele não era um monstro, não era uma aberração, não parecia estranho, tinha a mais suave das almas e se preocupava com o seu semelhante.

Quando você ler a transcrição ou ouvir o áudio bruto da matéria, você vai ouvir um homem que queria mudar o mundo e torná-lo um lugar melhor, mas o que nem ele percebe é que ele já tem e que vem a prova na morte mais do que na vida.

Ele não era nada como a mídia o fez.

Sim, ele era pequeno e parecia frágil, mas olhando para trás, eu não acho que ele poderia ter sido menos por causa do mundo no qual teve de viver.

O homem teve cada movimento que fazia investigado sob um microscópio, em toda a sua vida. Ele não teve uma infância, nunca teve o amor verdadeiro de uma mulher na liberdade de ser um homem.

Seus filhos eram a sua vida.

Se os meses após a entrevista ele me enviasse e-mails e eu o enviasse, ele sempre falaria de seus filhos e o quanto significavam para ele.

Ele falaria sobre a turnê que estava planejando em Londres e como esperava realizá-la e como isto afetaria seus filhos. Ele estava sempre preocupado com suas atividades e como isso tocaria seus filhos. Ele falava sobre ficar em forma e como ele estava olhando para a frente para voltar ao palco mais uma vez.

Quando a notícia de sua morte percorreu o mundo, fiquei triste e chorei como se eu tivesse perdido meu irmão. Conhecê-lo foi uma honra.

Os meios de comunicação e o que eles têm feito e dito sobre ele desde a sua morte torna essa entrevista muito mais especial para mim. Eu rio quando dizem as coisas que eles dizem, porque eles nunca tiveram a oportunidade de conhecer o homem, não a lenda, mas o homem.

Eu tinha minhas dúvidas. Eu não acreditava que ele era “inocente”. Eu pensava que ele era uma aberração e pensava que esta entrevista seria o maior cluster e a chance de dizer .. “Sim .. Ele é estranho tudo bem” … mas em vez disso, encontrei um anjo do céu que Deus nos deu por um curto período de tempo para abrir os nossos olhos para o bem em todos nós e o que pode acontecer quando um grupo seleto toma o holofote e deturpa-o para fazê-lo parecer escuro e mal, quando o tempo todo suas asas estavam estendidas a nunca desistir da vontade de voar para longe!

Minhas 3 horas com o Rei | Parte 2 “Entrevista”

Na minha primeira história você conheceu sobre as minhas três horas com Michael. Foi um momento em minha vida que vai durar para sempre, não apenas porque consegui conhecê-lo, mas uma amizade que veio e provou que esse homem não era nada como mostrado na imprensa. Ele não era muito maior que a vida, não do que ele era, mas por causa de quem ele era. Ele queria curar o mundo e teria dado seu braço esquerdo se ele achasse que ajudaria alguém em necessidade.

Nos dias em que o artigo esteve no site, recebi centenas de e-mails que queriam ouvir o áudio ou ler as transcrições. Bem, a primeira parte está aqui! Abaixo você encontrará as transcrições da entrevista real. É uma entrevista normal, que você faria quando elabora um especial para transmissão. Enquanto você lê, imagine sua voz suave respondendo a cada pergunta querendo que o mundo o conheça como Michael Jackson, o homem e pai, não o Michael Jackson, manchete de tablóide!

Ficamos com Michael durante várias horas, cada palavra capturada em fita. Essas transcrições surgirão em poucos dias. Eu quis fazer isso em partes para que você possa sentir a emoção que tivemos e entender como nossa conversa aconteceu.

Em breve o áudio desta entrevista estará disponível. Pediram-nos para dá-lo a família e nós demos.

No entanto, também já tomamos a decisão de fazer um show especial para ir ao ar no próximo mês com o mesmo áudio. Na transmissão vendemos publicidade no programa e fizemos um plano de fazer assim, cada dólar que for feito a partir do show irá para suas instituições de caridade favoritas. Nós não estamos fazendo isso para ganhar dinheiro ou lançar nossos nomes, mas para mostrar ao mundo o quão especial Michael Jackson foi. A primeira demonstração só deu a entrevista em segmentos. Na nova demonstração estamos jogando todo o áudio para que o mundo possa vê-lo pelo que ele realmente era. Um anjo! Na verdade nós não estamos usando os nossos nomes, apenas as nossas vozes e sua música, assim ele tem os holofotes como ele merece!

Alguns dos e-mails têm me perguntado como ele era realmente e se ele esteve fingindo? Eu posso dizer a todos vocês, que ele foi um homem fiel a si mesmo e nunca colocou sobre si uma “aura de fama”. Eu me tornei amigo dele e as vezes que conversamos através de e-mail ou telefone ele sempre foi o mesmo. Também me perguntaram se vou postar os e-mails. Pensei nisto muito tempo e depois de voltar do memorial em Los Angeles, tomei a decisão que não! Já me ofereceram milhares de dólares por eles e não vou vendê-los!

Eu não serei aquele que faz dinheiro com a morte do meu amigo!

A outra grande questão foi o código! “MJJITK” Tivemos que usar isso para confirmar com a segurança que deveríamos estar lá. Eu disse que não sabia o que isso significa e não sei! Como muitos de vocês eu tenho minhas ideias, mas essa não era uma pergunta que eu perguntaria a ele e para ser honesto esqueci até que escavei o Ryder e olhei para ele!

Espero que gostem da entrevista. Foi transcrita por um dos nossos Produtores Júniores de Áudio, Amy Rogerland. OBRIGADO AMY pelo duro trabalho em conseguir este feito! A parte da “conversa” do nosso dia juntos estará aqui em poucos dias e quando o show for feito, lhe darei um link no caso das estações de rádio de onde você mora não tê-lo para a transmissão!

CD: Você é sem dúvida o maior artista que já existiu. Olhando para trás, você nunca pensou que seria o Rei do Pop?

MJ: (Risos) Uau. Muito obrigado. É maravilhoso você falar disso. Não acho que alguma vez,  realmente, tive a compreensão sobre o que fizemos até Thriller. Quando eu era criança eu não compreendia tudo isso. Joseph nos daria cheques de Barry a cada semana e eu tinha dez, onze anos e tinha centenas de milhares de dólares entregues a mim a cada semana e tudo o que eu queria era um amigo para jogar bola e um pacote de chiclete. Realmente posso dizer com toda a sinceridade que, quando eu era mais novo queria parar e ser apenas uma criança com o assombro do mundo.

CD: Você diz que isso veio para você com Thriller. O que você quer dizer com isso?

MJ: Muita gente não sabe disso, mas Thriller era meu. Eu tinha isto na minha cabeça desde os dias que tocava em clubes com meus irmãos as duas ou três horas da manhã. Como eu nunca podia brincar com as crianças ou participar de um time de beisebol, eu ficava até tarde da noite escrevendo poemas e histórias. Lembro-me que eu fantasiava sobre o que eu escrevia, grande parte do que resultou foram meus sonhos do que realmente eu queria. Eu guardava tudo que sempre escrevia e quando eu estava fazendo Thriller peguei um pouco do que compus e adaptei ao álbum do qual estou muito orgulhoso. Thriller foi minha própria criatividade, que me fez realmente cair de amor pela música, porque pela primeira vez, eu fui capaz de me expressar e liberar todas estas emoções e se você realmente ouvir o álbum, você pode perceber que escrevi a maioria daquelas canções com a alma.

CD: Michael, você foi o rei do palco desde o primeiro dia. Você não teve que se esforçar para isso, você o tinha e deu para o mundo. Você tem algum arrependimento?

MJ: Novamente obrigado a você por palavras desse tipo. Isso é maravilhoso. Eu conversava com um dos meus caros amigos outro dia e refletíamos sobre o passado e acho que se eu pudesse ter mudado alguma coisa, teria sido a chance de ser uma criança por apenas um tempinho. Lembro-me de ir para os estúdios e ver as crianças brincando e como tudo que eu queria era ser um deles. Eu teria dado tudo no mundo pela chance de trocar de lugar com eles apenas por um dia.

CD: Michael você viveu sua vida inteira na mídia. Tudo, desde os ossos do homem elefante até ter bebês alienígenas. Como você lida com tudo isso?

MJ: (risos) .. Os ossos do homem elefante foi um dos dez melhores. Eu sempre disse que quanto maior a estrela, maior o alvo e de forma alguma estou dizendo que eu sou melhor do que qualquer outra pessoa, mas por causa da maneira que eu vivo e escolho viver e do que tenho realizado, a maior parte da imprensa sente que pode fazer qualquer coisa e, enquanto tiver o meu nome nisto, isto venderá.. Tudo o que posso dizer é não para esse lixo. Isso é tudo o que é, lixo, e o que eu quero é que as pessoas e meus fãs entendam que quando você compra esse lixo, você está colocando dinheiro em seus bolsos e isso me machuca. Eu sou um ser humano, não uma aberração ou Wacko Jacko, apenas um homem tentando criar seus filhos e viver em paz.

CD: Michael como seus filhos mudaram você?

MJ: (suspiro profundo) .. Oh.. wow .. tudo .. Tudo mudou. Eu sempre quis ter filhos e sou tão abençoado por Deus por ter esse tipo de amor na minha vida e vou fazer qualquer coisa e tudo o que puder para fazer meus filhos amantes do mundo e não crianças malcriadas e mimadas de berço de ouro.

Eu quero que eles vejam o mundo com admiração, que não tenham medo e tenham metas e vivam a vida em sua plenitude e a cada passo que dão, vejo isso neles, eu me desperto por eles e sigo em frente por eles. Pela primeira vez na minha vida, tudo isso tem um propósito e são meus filhos. O inferno, a dor, a solidão estão sendo levados por eles o tempo todo.

CD: Vamos falar sobre a carreira dos anos 90. Você teve enorme sucesso naquela década, mas a imprensa jogou para baixo. Você vendeu milhões de discos, teve grandes sucessos e estou querendo saber se é por isso que demorou para lançar mais músicas?

MJ: Sem dúvida. Eu estava tão irritado com a mídia dizendo que esses álbuns foram um fracasso total. Venderam milhões de cópias como você disse e estava no ar maciçamente e isto ainda não era bom o suficiente. Eles queriam se concentrar em outras coisas e eu acho que nós sabemos o que é sem ter que citar, mas o ponto é que eles vão se dedicar a fazer notícia partindo do nada, quando eu lhes dei muito para fazer a notícia, do que era verdadeiro e honesto, como vender 7 ou 8 milhões de cópias, estreando no número 1, eu poderia ir além e além, mas é a mesma velha história… se Michael faz isso, vamos queimá-lo em qualquer outra coisa.

CD: Você tem planos para novas músicas ou talvez uma turnê?

MJ: Bem, vou lhe dizer uma coisa que você pode não acreditar .. (risos) .. Tenho centenas de músicas já reservadas para quando eu quiser lançar um novo álbum. Quando estou no estúdio, canto até não poder mais, porque eu escrevo o tempo todo. Recebo na mente batidas e ritmos e trabalho em novos passos de dança o tempo todo, mas as pessoas não vêem esse lado meu. Quero fazer um novo álbum, mas tem que estar certo. Quero que ele seja maior do que Thriller e sei que posso fazê-lo. Estamos discutindo sobre alguns shows, mas isso ainda é informação privada, mas estamos conversando e isso está chegando.

CD: Este, meu amigo, vai ser o maior espetáculo do mundo. Eu mal posso esperar. Lembro-me que era apenas um jovem DJ quando você se apresentou no Arrowhead Stadium em 84 ou 85.

MJ: [risos] Kansas City..correto.


CD: Sim. Onde os grandes se apresentavam… Quanto trabalho exige um novo álbum ou turnê?

MJ: [Com emoção] Sim, sim.. sim.. Lembro-me que comi costelas em Kansas City, pela primeira vez, e fiz Joseph comprar-me quatro ou cinco pacotes para comer no avião…[risos]. É realmente muito trabalho. Não sou do tipo que diz: “vamos fazer uma turnê e contratar alguém para organizar tudo”, isso independentemente se é só na MTV, com meus irmãos ou uma turnê mundial. Eu desenvolvo todos os detalhes e isso leva anos. É por isso que eu não faço isso o tempo todo! [risos].

CD: Falando em MTV .. Como você se sente sabendo que você é o único… O único… Quem quebrou as barreiras e fez ser no que é hoje?

MJ: Dizem que a imitação é uma dos maiores forma de elogio, e alguns deles simplesmente não podem fazê-lo .. [risos]. Chuck não leve isso ao ar, as pessoas vão ficar bravas comigo .. [risos]. Eu só estava brincando … Eu considero isso uma das maiores conquistas que fiz e estou muito orgulhoso dos artistas que seguem minhas pegadas e as levam em uma nova direção. Muitas vezes me pergunto o que a música seria se não fosse por “Thriller”. Eu sei o que ele fez ao mundo e à música e, às vezes eu só me pergunto quão diferente teria sido sem ele.

CD: Michael, em todas as entrevistas que já ouvi ou li, você sempre se remete a “Thriller”. Na minha opinião, você teve tantas grandes obras de arte… Não música, mas arte. Então, por que você usa “Thriller” como exemplo?

MJ: Isso é uma grande pergunta Chuck.. Uau.. Bem, eu acho, porque foi minha. Foi a primeira vez que eu tive o controle completo do início ao fim e que me permitiu trazer tudo o que zumbia na minha cabeça para a vida .. (risos) agora as pessoas pensarão que eu ouço vozes (risos) ser o bastante, eu estou falando ( risos)… Desculpe-me eu me empolgo às vezes… É o meu Gênesis. É o início do que eu considero a carreira de Michael Jackson. As outras antes dela, sou muito orgulhoso delas, mas tinham outras mãos impressas nelas enquanto Thriller era minha e isto abriu o caminho para o que minha música seria. É como um roteiro e tenho seguido cada batida a partir de então até agora.

CD: Isso é tão legal … Eu li qual é a sua música favorita e o que você gosta de ouvir, mas qual é a sua música favorita de Michael Jackson?

MJ: Santo Deus… Isto é um perigo definitivo… As perguntas ficam mais difíceis à medida que avançamos (risos) … Eu tenho muitas que são especiais para mim. Cada música representa algo tão especial na minha vida de trabalho de caridade, eu faço para o amor, para os relacionamentos, para a paz no mundo, então não posso desmerecer uma, porque cada uma veio da minha alma.. Não apenas caneta e papel com letras que rimam…

CD: Vamos falar um pouco sobre a caridade. Você tem um recorde mundial por apoiar o maior número de instituições de caridade do mundo artístico.

MJ: Sim.. É bem legal.. Meu filho me disse que ganharíamos um (recorde)por comer mais frango frito (risos).. Minha querida mãe incutiu em mim muito jovem a dar a volta e como eu cresci em Deus que eu sabia o que eu tinha que fazer como um crente em Cristo. Eu odeio ver o sofrimento, eu odeio ver as pessoas em necessidade e eu sinto que Deus me deu um dom e eu tenho que usá-lo de forma responsável, dando de volta e eu vou fazê-lo até que eu tenha tostões para a esquerda ou o bom Deus me chama de lar.

CD: Você não é assim só com a caridade, mas também com os seus fãs?

MJ: Eu amo meus fãs .. Quero dizer que realmente os amo e se eu pudesse conhecer cada um deles eu conheceria. Assisto televisão e vejo shows que seguem outras celebridades e como eles ficam zangados por fãs querendo dizer oi ou pegar um autógrafo… Eles fizeram-me.. Então, se posso dar a eles dois minutos do meu tempo e um amistoso olá, vale muito a pena. Eu vivi a minha vida pelos fãs e vou morrer pelos fãs.

CD: Michael me dê um dia típico em sua vida?

MJ: Bem… É muito chato… (risos) .. Depois que eu visitar os alienígenas (risos) não leve isso ao ar… Posso vê-los escrevendo essa história agora …. (risos)… Eu começo o dia por volta das 6:30 ou 7 h.. Tomo um banho, levanto meus filhos e tomamos café da manhã… Arranjo o que eles querem e, em seguida, eu vou ter uma reunião ou ler enquanto as crianças brincam e, em seguida já está na hora do almoço e nós almoçamos e passamos a tarde talvez jogando um jogo, ou assistindo TV ou um vídeo, preparo-os para o jantar, e à noite podemos ficar acordados até tarde para ir às compras ou algo mais divertido para as crianças. Ponho-os para dormir, leio uma história para eles e então passo o resto da noite pondo em dia meus e-mails e coisas assim. Apenas um pai típico.

CD: Finalmente Michael .. qual é a única coisa que você quer que o mundo saiba sobre você?

MJ: Bem… Para não ler tudo que você acredita (risos).. Eu só quero que meus fãs saibam que eu não estou acabado.. não joguei a toalha e vou voltar maior do que nunca … Eu devo isso a eles, devo isso a mim devo isso aos meus filhos. Quero que eles vejam o que seu pai pode fazer, não leiam sobre o que ele foi e teve que suportar por 20 anos, a partir de agora.

Bom é isso!

Espero que tenham gostado.

Quando vocês ouvirem o áudio terão a imagem de um homem muito inteligente, que gostava de rir e aproveitar a vida. Ele foi tão honesto e verdadeiro que o mundo nunca mais será o mesmo sem ele.

A nós todos é dado um propósito na vida. A sua era de levar o mundo da música em seus ombros e ele levou, mesmo quando ele estava partindo, encontraria força para estar acima, superar tudo isso somente por nós.

Adeus meu amigo…

Você nunca será esquecido!

Fontes: http://voices.yahoo.com/interviewing-michael-jackson-3-hours-king-3716510.html?cat=2

http://voices.yahoo.com/interviewing-michael-jackson-3-hours-3830896.html?cat=49

Tradução: http://michael-iloveyoumore.blogspot.com.br/2015/04/entrevistando-michael-jackson-por-chuck.html
……………

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: